O que é melhor? Começar com Blog ou começar com captura de E-mails?

Tempo de leitura: 5 minutos

Começar com Blog ou começar com captura de e-mails?

Hoje eu vou falar de um dos assuntos mais polêmicos do Marketing Digital, e um dos meus favoritos que é o blog. Neste artigo vamos ver:

  • Iniciativas que eu estava tomando no blog que NÂO estavam gerando resultados;
  • As similaridades entre um blog e um restaurante;
  • A estratégia que triplicou o tráfego do meu blog;
  • Uma entrevista exclusiva com o problogger Gustavo Freitas.

blog-ou-emails

Você já deve ter ouvido alguns especialistas dizendo que blog é uma das piores maneiras de se começar um negócio online.

Você já deve ter escutado também outros especialistas falarem que um blog é uma ótima maneira de começar um negócio online.

Quem tem a razão? A resposta é difícil, eu diria que “depende” da estratégia!

Pô Christian, vai ficar em cima do muro?

Eu gosto de formular minhas opiniões em cima de resultados, então vou contar a vocês algumas histórias e, em cima delas, vamos analisar alguns resultados.

Durante muito tempo criei artigos no meu blog e divulguei os mesmos em fóruns, diretórios de artigos (como o artigonal), e  agregadores de conteúdo (como o diHitt).

Uma trabalheira que não estava levando a lugar nenhum…O blog não estava “evoluindo” e tinha poucas visitas (umas 10 por dia).

Um blog para dar certo e, consequentemente, monetizar precisa de audiência. Uma audiência grande e, principalmente, engajada.

Isso não é algo simples de conseguir, desconfie de quem diz que isso é fácil e que você só precisa aprender alguns “segredos”.

Eu costumo comparar um blog a um restaurante. O que, para você, é necessário para que um restaurantes seja bom?

Para mim são três ciosas. A primeira é que o restaurante deve ter um ambiente bonito e confortável. A segunda é que o atendimento deve ser de “primeira”. E a terceira, e mais importante, a comida deve ser boa!

Além disso as pessoas precisam saber que o restaurante existe.

Trazendo para o mundo dos blogs, um bom blog deve ter 3 características importantes:

A primeira é que deve ter um design que privilegie a experiência de leitura do usuário, isso envolve questões de arte, layout, tipografia entre outros.

A segunda é que as pessoas devem ser bem atendidas no seu blog, se postarem um comentário devem ter, no mínimo, uma resposta cordial e gentil.

Finalmente, a terceira é que o conteúdo do seu blog dever ser “épico”. Essa é a mais difícil de todas. Falarei de conteúdo épico em futuros artigos (é um dos meus assuntos favoritos).

Além disso o seu blog tem que ser conhecido, você deverá fazer a divulgação dele em fóruns, fazendo “guest posts” em outros blogs, grupos de facebook, twitter, etc…

Eu fiz tudo isso, modifiquei o design do meu blog, comecei a fazer artigos mais robustos (com mais de 2000 palavras de puro conteúdo), respondia (e respondo até hoje) todos os comentários. Escrevi “guest posts”, etc…

Mas vou confessar, isso deu uma trabalheira… Os resultado eram bons mas ainda muito aquém do potencial…

Num belo dia as 7h da manhã recebo um e-mail de um americano que sigo, o e-mail dele foi curto e grosso.

Porque você ainda não começou a criar sua lista de e-mails?

A essa altura eu já havia estudado um pouco sobre e-mail marketing e já estava convencido de uma das célebres frases do marketing digital:

O dinheiro está na lista

Só um parêntesis aqui, não só o dinheiro está na lista, tudo que antecede o dinheiro (tráfego, engajamento , etc..) também.

Certamente esse e-mail que recebi foi um “Tapa na cara”… Levantei e, nas semanas seguintes, trabalhei exclusivamente e incansavelmente com o foco de construir milha lista de e-mails.

E…bingo! A grande melhoria no tráfego e, nas vendas, foi a partir do momento que eu construí minha lista.

Isso aqui não é suposição, vi os resultados acontecerem no meu blog! Veja abaixo!

TRAFEGO-BLOG

 

Ainda não está convencido do poder das listas de e-mail? Vou dar um exemplo: O Google adora artigos que estão sendo acessados, ele encara isso como relevante e sobre seu artigo no “ranking”. Se você tem uma lista de 1000 pessoas com taxa de cliques de 5% nas primeiras 24h você, ao lançar seu artigo, já conta com 50 visitas! Fácil, rápido e sem gastar nada!

Agora eu te pergunto, o que é melhor? Lançar um artigo e ficar oferecendo ele pela Internet ou lançar um artigo, soltar 1 e-mail e já garantir um tráfego?

E agora vem a pergunta final. Se criar uma lista de e-mails é uma forma eficiente de gerar, trafego, e consequentemente, vendas porque não procuramos, junto com o blog, capturar e-mails também? Porque não dedicamos espaços relevantes do blog para a captura de e-mails?

Enfim, saindo do muro respondendo a pergunta no começo desta mensagem: Eu acho o blog uma forma ótima de monetizar e ganhar autoridade mas quer uma dica? Junto com ele construa sua lista de e-mails.

Conversei no Afiliados Brasil com o Gustavo Freitas, autor do curso E-mail Marketing para iniciantes sobre este assunto, o papo ficou muito bom! Confira lá e diga o que achou nos comentários!

O programa de treinamento E-mail marketing para iniciantes já não está mias disponível para venda, agora ele faz parte da plataforma Clube do Marketing digital do Gustavo Freitas, uma plataforma com 9 treinamentos liberados (cursos novos são liberados todo mês).

Um Forte Abraço,

Christian

banner_728x90_cmd_3

8 Comentários


  1. Cara, o curso do Gustavo Freitas está me ajudando muito
    Com aulas curtas e concisas, não “perco tempo” ao assistir quando posso…

    Tive um trabalho danado este ano, pois resolvi mudar o leiaut do meu blog

    Agora falta a última parte: melhorar a interação entre os leitores, uma vez que interagem pouco com os e-mails e posts

    Responder
    1. Christian

      Olá Henrique!
      Parabéns pela iniciativa!
      A interação com os leitores é, para mim, o maior dos desafios. Mas com o tempo e gerando conteúdo de qualidade essa interação aumenta, o primeiro comentário num texto é o mais difícil de conseguir, a medida que mais pessoas vão comentando, os novos leitores ficam mais propensos a particilar da discussão.
      Um abraço!
      Christian

      Responder

  2. Muito bom! Quando eu comecei também tinha essa duvida e acabei cometendo o erro de não começar com o foco na lista.

    Mas hoje eu percebi essa importância e estou trabalhando em cima da construção da minha lista.

    Mas parabéns, muito bom o artigo!
    Abraço

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *